A vida é uma confusão, e eu tenho medo


Aqui estou eu, ás 18:40 de uma sexta-feira ouvindo Coldplay e imaginando o dia em que vai ir embora. Ainda não me preparei para te dar um abraço de despedida. Não me preparei para te ver partir.

Eu sei que as coisas poderiam ser diferentes. Eu poderia lhe prometer todos os meus sorrisos e pedir para você ficar. E pelo pouco que te conheço eu sei. Sei que ficaria. Mas eu não serei essa pessoa.

Não serei a pessoa que pede para você ficar. Não serei porque mesmo você não acreditando em mim, eu seria egoísta. Seria egoísta de querer você só pra mim. Seria egoísta por impedir você de seguir o seu caminho. Seria egoísta por deixar meus sentimentos falarem mais alto.

A vida se tornou uma bela confusão quando você apareceu. Eu tinha meus planos, estavam todos certos. Iria me dedicar apenas nos meus estudos e escritas. Eu realmente havia dado adeus aos sentimentos, pelo menos por um tempo. Não queria me machucar de novo.

E como uma lição que a vida nos dá, você chegou. Confundindo desde minha parte emocional até a mais racional. Eu deveria te agradecer por isso. Por me tirar da minha zona de conforto e me ensinar que o mais belo da vida é se permitir.

Se permitir sentir aquele FRIOZÃO na barriga que só você causa. Permitir-se sorrir até lacrimejar. Permitir-se a reler uma conversa por horas e horas. Permitir-se a experimentar tudo aquilo que julgamos não gostar. Permitir-se a sentir tudo o que eu havia esquecido.

A vida é mesmo uma confusão, e eu tenho medo. 
Tenho medo de não vivê-la com você.

Share:

1 comentários

  1. Muito bommmm! Eu estou amando cada texto aqui, todos são incríveis! E alguns até me definem! Hahahah ❤ sucesso pra todos vocês! Eu estou amando mesmo! Não parem com esse blog! 💟

    ResponderExcluir