Eu não sei o que estou fazendo


Leia ao som de Youth.

São três da manhã e a minha pesquisa foi ''antônimo de afago''. Encontrei descarinho, repulsa, maltrato, castigo, maus-tratos. 

Meu peito se aperta, a garganta se arranha, as mãos tremem e o coração clama. O choro que fora previsto para essa noite, para a noite passada, também para a retrasada, mas ele não chegou. 

Não sei se isso é uma luta de ''sou forte demais'' ou ''preciso ser forte demais''. Só sei que me encontro exausta. Carrego nas costas um fardo que ajuda no desvio de coluna e que me quebra ao meio quando bate as três, quatro, cinco da manhã.

Um peso ao qual eu finjo deixar de lado quando o sol diz bom dia e quando sorriem dizendo ''você parece ótima hoje''. Pois é, eu pareço ótima hoje. 

Eu passei toda a madrugada lutando contra os meus demônios, com os meus neurônios, a procura de sinônimos da palavra dor e antônimos da palavra amor.

Eu pareço ótima hoje. 

Todos os sentimentos parecem ter ido embora com a chuva de verão. Toda alegria, toda tristeza, qualquer tipo de emoção. Porque sentir qualquer coisa é sinônimo de confusão. E confusão é antônimo de tradução. E eu já não sei mais o que está acontecendo e tudo isso é um mar de desilusão.

Talvez eu fique mais forte amanhã. Ou mais vazia. Ou desça ladeira a baixo. 

Eu estou me afogando. Eu estou sufocando.

Este era para ser um texto sobre amor, era para ser sobre a dor que o último cara que passou por aqui deixou. Mas nem era amor, era carência, era ilusão.  

Sinônimo de dor?

Eu quero tudo que não me pertence. E repugno tudo o que tenho. 

E a vida é uma roda gigante, um roda-a-roda, um túnel, um escorrega, um balanço. 

E eu sou o parque de diversões. E vocês brincam em mim. E eu permito. E eu penso que os manipulo para que venham até aqui, mas você só vem quando precisa de um momento de recreação.

Mais sinônimos, antônimos. Aba novas no navegador. Alguém viu meu dicionário? É urgente. Tenha dó, por favor.

E são três da manhã e músicas estranhas tocam ao som de torturas. Tintilar de grades presas a minha alma impura. Clamo por algo que nem sei se existe e nem sei o que é.

E qual é a expressão que uso para descrever tudo isso?

Share:

0 comentários