A relação entre o amor e o guarda-chuva.



A relação entre o amor e o guarda-chuva.
Quando está chovendo, já parou para perceber que o guarda-chuva protege apenas sua cabeça da água? E ainda assim, não protege totalmente. Você acaba levando uns respingos. Da cabeça para baixo, é como se o guarda-chuva nem fizesse questão de te proteger. Você acaba se molhando por completo.
Quando a chuva é fraca, conseguimos nos proteger. Mas ainda assim, nos molhamos.
Quando a chuva é uma tempestade, o guarda-chuva e nada é praticamente a mesma coisa. Nos encharcamos.
Se você se considera o tipo de pessoa que constantemente diz para si mesmo que o amor não foi feito para você... sinto lhe dizer, você pode até negar para si mesmo mas não para seu coração.
O amor é como a chuva. Nós até tentamos nos abrigar e nos proteger dela, mas de alguma forma, ela acaba nos atingindo. Não há escapatória. Assim como você não consegue evitar que a chuva te encoste, quem dirá, conseguir evitar que o amor te encoste.

Meu bem, se chover amor, espero que tenhas esquecido o guarda-chuva em casa. E espero que seja uma tempestade. 

Share:

0 comentários