Eu me amo mais do que te amei



É uma frase dura que até um primeiro olhar pode soar egoísta da minha parte. Mas verdade seja dita: eu me amo mais do que te amei e isso é o que tem me salvo durante todo esse tempo de saudades reprimidas que insisto em não sentir, afinal, nem todo amor termina de forma bonitinha ou amigável.

É nessas horas que é extremamente necessário ter amor próprio.
Amar-se acima de outra pessoa não significa de forma nenhuma ser um deus de si mesma e nem mesmo ser orgulhosa ao ponto de ter posters de si dentro do próprio quarto.

Não confunda amor próprio com orgulho.
Pois o orgulho não te deixa ao menos olhar para quem traiu a sua confiança. Perdoar é preciso. Todavia, não confunda perdoar com dar inúmeras chances. Confiança é pedra preciosa que não se acha em qualquer lugar, não se compra por valor de mercado.

Eu me amo mais do que te amei.
E isso lá no fundo ainda dói porque sei que sinto falta de inúmeras coisas.
Porém terceiras chances não entram em questão. Não em questão de coração. Coração é piegas e careta. Tá tão fora de moda, mas o coração não é bobo.

Coração ama. E bem lá no fundo, ele sabe quem ama de volta e quem só quer saber de brincar. 

Share:

0 comentários