Não fale o que pensa


Sim, você leu certo! 
Ao contrário do que muitos defendem, nem sempre é bom colocar para fora tudo que sentimos e pensamos.

Constantemente pensamos coisas que, quando reproduzidas em palavras, podem desencorajar e entristecer as pessoas que as ouvem. É muito comum recebermos olhares e palavras de desdém quando tomamos alguma atitude tida como ruim na visão daqueles que nos cercam.

Quem nunca ouviu um "eu gostava mais de como era antes" quando fez um novo corte ou mudou a cor do cabelo?

Quem nunca ouviu um "poxa, você tem um rosto tão bonito, por que não faz uma dieta para emagrecer um pouco?"

E a que mais dói: "você se estragou" 
          
Quem passou ileso pelas críticas ao encarar uma mudança? Acho que ninguém.

Eu sei, é triste saber que tudo isso é algo corriqueiro em nossa sociedade. Mas hoje não vou escrever para as vítimas, hoje quero falar com os acusadores!

É muito fácil falar sem pensar. Nós amamos a facilidade, amamos tudo que é rápido, fácil e que não exige muito de nós. Mas já parou para pensar que o que é fácil demais também pode ser destrutivo demais? Pois é.

Pense em alguma coisa que você já falou sem pensar em como o outro absorveria aquilo e imagine-se no lugar dele. Você gostaria de ter recebido aquelas palavras?
Agora você deve estar pensando "Caramba, eu já fiz isso com fulano, ciclano, beltrano..." e talvez esteja querendo voltar atrás para não ter dito muitas coisas.

Meu recado para você é:  
                           
A palavra tem muito poder, tanto para alegrar quanto para entristecer. Devemos tomar cuidado com os efeitos que ela pode causar na vida de quem está recebendo todo esse poder, que pode ser destrutivo ou construtivo. 

Existe um manual que tenho para a minha vida e nele diz exatamente isso. Veja:

"É isto o que acontece com a língua: mesmo sendo um órgão tão pequeno, ela pode grandes coisas. Vejam como uma grande floresta pode ser incendiada por uma pequena chama!" (Tiago 3, 5)

Também diz que antes de criticar os outros, devemos olhar para nós mesmos:

"Como é que você pode dizer ao seu irmão: 'me deixe tirar esse cisco do seu olho', quando você está com uma trave no seu próprio olho? Hipócrita! Tire primeiro a trave que está no seu olho e então poderá enxergar bem para tirar o cisco que está no olho do seu irmão." (Mateus 7, 4-5)

Quantas pessoas será que você já matou com palavras?

Não podemos voltar atrás com uma palavra proferida, por isso devemos pensar bem antes de pronunciá-la. É importante se colocar no lugar do outro e pensar 3 vezes antes de dizer qualquer coisa. Já ouviu aquela frase "se não tem nada de bom para dizer, não diga nada"? Então, às vezes a melhor opção é calar. Precisamos entender que a palavra é prata e o silêncio é ouro.

Não existe um filtro medidor de palavras, mas existe um tal de "bom senso" que tornaria o mundo muito melhor se as pessoas não hesitassem em usá-lo.


Share:

0 comentários