A pessoa perfeita não existe


Com o tempo, aprendemos que não existe a tal da “pessoa perfeita”, que o amor não é um sentimento fácil de ser encontrado, e que um relacionamento é muito mais por afinidade e admiração do que por beijos e abraços.

Estamos tão destinados a cobrar a perfeição das pessoas que esquecemos que o que realmente precisamos é do suficiente. Uma pessoa suficiente.

Aquela que partilhará contigo seus milhares de defeitos e erros.
Aquela que brigará contigo até tu usar a formula correta de Matemática, mas que não tem vocação nenhuma para as áreas biológicas, porque esse é o seu dom.
Aquela que te admira pelas coisas mais bobas que jamais foram ditas por alguém.

Uma pessoa se torna o seu suficiente quando finalmente você se sente completo e com aquela sensação de que você encontrou o seu alguém que por tanto tempo havia procurado.

A tal da “pessoa perfeita” não existe, e por mais que existisse, eu não lhe recomendaria pedi-la em namoro. Seria um desperdício não namorar aquela menina super lerdinha com a risada mais estranha do mundo.


Poxa, o legal do amor é isso
Nunca ser o bastante
Mas sempre o suficiente.

Share:

0 comentários