Aos meus amigos próximos e distantes: um beijo e um xero!



     Hoje só se fala no dia do beijo! Quantos gifs, vídeos e mensagens nós recebemos no Facebook, WhatsApp...

Mas será que somente hoje devemos beijar, abraçar e mostrar afeto por aqueles que nos cercam?

    São muitos aqueles que hoje eu queria abraçar e beijar, mas não posso. Não posso, pois alguns já não estão mais no meio de nós e outros até estão aqui, porém muito longe fisicamente.

    Muitos partiram sem meu beijo. Muitos partiram sem meu abraço. Muitos partiram sem ouvir palavras doces da minha boca. Muitos partiram sem o meu perdão. Muitos partiram sem um adeus digno do que representavam para mim. Muitos ouviram uma despedida de qualquer jeito da minha parte e depois de um tempo vieram a falecer.

    Eu não imaginava que poderia ser a última vez que eu falaria com aquelas pessoas, que aquela era minha última conversa com elas. Ou pior: que aquelas eram as últimas palavras que elas ouviriam aqui na Terra. 

    Hoje, penso duas vezes antes de me despedir de qualquer jeito de alguém. Quantas vezes voltei uma boa parte do caminho para trás só para dar um beijo em minha mãe... Hoje entendo que é mais que uma atitude carinhosa, é demonstrar gratidão e fazer a outra pessoa saber que ela é importante e que você agradece por tê-la aqui tão pertinho.

Porque um dia ela não vai mais estar.

    Costumamos valorizar mais quem está distante, ao invés de quem está do nosso lado. Nossa relação com nossos pais e irmãos já caíram na comodidade e os tratamos como se fossem ficar para sempre aqui. Não podemos esperar irem embora para reconhecermos a importância deles em nossas vidas. Precisamos deixá-los cientes disso hoje, agora e todos os dias da vida deles, como se fosse o último dia. Porque pode ser.

    É importante aproveitarmos cada oportunidade que temos de oferecer uma palavra de carinho, afeto e gratidão, e jamais nos dirigirmos a alguém com palavras secas e frias. O mundo já está tão cheio de desamor, de desafeto, de incompatibilidade e totalmente desalinhado... Sejamos aqueles que promovem a união, o amor e a paz.

E sim, a paz mundial pode começar na sua casa!


 "E acima de tudo, amem sinceramente uns aos outros, pois o amor perdoa muitos pecados." (SIMÃO PEDRO, ano 60 d.C., Primeira Carta de Pedro, capítulo 4, versículo 8, Bíblia Sagrada)

Share:

2 comentários

  1. Lindoooo!!! Pura verdade!!! Amei!!! Bjs!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, tia Gleide! Fico muito feliz que tenha gostado! Deus abençoe! Beijos! <3

    ResponderExcluir