SE JOGA!



Eu tenho medo de altura.
Busco me jogar sempre que possível, desde moleque.

Lembro quando jogava futebol com o pessoal do meu bairro. Tinha um medo enorme de alguns que tinha corpo maior que o meu, intimidavam mais, e batiam mais.
Eu todo franzino, canela fina, sempre joguei.
Colocava um sorriso no rosto e escondia o medo entre as pedaladas e as carregadas em velocidade com a bola. Volte-e-meia eu saía chorando do jogo por levar uma pancada. Coisas do jogo.

Comecei a trabalhar.
Tinha um medo enorme de subir de cargo. Não por mal. Não por preguiça e nem por comodidade, era medo mesmo. Telefone? NEM A PAU. Tinha uma vergonha enorme de falar com clientes no telefone que quase me escondia em outras atividades só para não precisar telefonar para ninguém. FALHEI.
Liguei inúmeras vezes que hoje é até um hobbie.

Lembra que te contei que tenho medo de altura?
Chegou a vez dela. Andei de avião pela primeira vez, e amei.
Comecei a escrever.
Será que está bom? Será que alguém além de mim vai gostar disso? Me joguei.
Dentre inúmeros blogs, páginas, colunas, nasceu OS REDATORES.

Comecei a amar e caí.
Caí de uma altura considerável. Queda feia. Ralei os joelhos, quebrei os braços, traumatismo craniano.
Três meses de repouso e comecei a me jogar novamente. Um pouco mais de cordas dessa vez, afinal quem pula uma vez, quer pular de novo e de novo.

Eu sei que você assim como eu, tem medos.
Independentemente deles, SE JOGA.


Se a corda arrebentar e a queda for feia. Repousa, arruma as cordas e pula novamente!

Share:

3 comentários