Venha como estiver.

Venha como estiver.
Eu vou te aceitar.
Assim como eu, eu sei que você não é perfeito.
Nunca fomos de gostar da perfeição.
Afinal, sempre soubemos que a perfeição nunca existiu, nunca existirá e nunca fará parte de nós.
Venha como estiver.
Eu vou te aceitar.
Assim como eu, eu sei que você tem defeitos.
Aprendemos a lidar com os defeitos porque eles fazem de nós, o que nós somos.
Afinal, sempre soubemos que esses sim sempre existiram, sempre existirão e sempre farão parte de nós.
Venha como estiver.
Eu vou te aceitar.
Assim como eu, eu sei que você tem terrores e dores.
Sabemos que a vida não é uma tarefa fácil e está tudo bem falhar.
Afinal, sabendo que somos imperfeitos, consequentemente, sabemos que iremos falhar.
Venha como estiver.
Eu vou te aceitar.
Assim como eu, eu sei que você tem flores e cores.
Sabemos que a vida não é feita só de dores.
Afinal, o que seria da dor sem o amor ou do amor sem a dor?
Venha como estiver.
Eu vou te aceitar.
Quando chegar, não precisa bater na porta. Ela já estará aberta.
Venha como estiver, mas venha.
Eu vou te aceitar.


Share:

0 comentários