SUFOCADO




Cof-cof

Oi, queria te dizer que eu me perdi em seus olhos desde a primeira vez que te vi. Senti saudade da primeira vez que te encontrei, até te ver novamente 6 meses depois. Olha, desculpa. Estava engasgado com umas verdades e não poderia passar uma vida inteira sem dizer que te amo. Eu sei, loucura né? Também não escolhi isso e reprimi o quanto deu. Somos amigos, não é mesmo? Tu sempre dizia isso perante os momentos de dificuldade. Não quero deixar de ser amigo. Mas quero uma função a mais. Quero ser seu amante. Quem ama, também possui laço de amizade. É verdade, eu sei que você gosta de fulano, mas, já pensou em nós dois? Poxa, eu já pensei, repensei e pense comigo, pode mesmo dar certo. Mas, só dá certo se tu quiser também. E então, você gostaria de ao menos give love a chance, ou esqueço isso de vez e deixamos de nos falar por eu simplesmente sentir vergonha de me declarar assim? Eu poderia ter te beijado hoje, mas e se eu estragasse tudo? Fiquei sem jeito, te olhei e sorri. Não quis arriscar um laço fino que temos, por um amor egoísta que, até onde eu sei, existe só para mim. Me desculpe ser simples e ter esse meu jeito. Espero que, de fato, tu não me destrate, porque de maus tratos, já basta meu coração que de tanto amar em silêncio, ficou sufocado. Jogou tudo pra fora, em só um parágrafo.

Por Lucas Iensen

Share:

0 comentários