Caixas: A Intolerância presente nas redes sociais



O mundo infelizmente está caminhando para a direção errada. O que mais temíamos que acontecesse, está acontecendo bem diante de nossos olhos. Você negue ou não, estamos vivendo uma época extremamente intolerante.

Difícil é encontrar inocentes no meio de tantas ofensas que são facilmente encontradas:. Basta abrir uma rede social.

É comum a cena de pessoas que dizem "Se você é fã de fulano, me delete". "Se você apoia tal causa, me delete". "Se você não viu determinada coisa, me delete".
Isto tem nos aprisionado em caixinhas sociais.

O problema dessas bolhas é que nos tornamos exatamente aquilo que criticamos: intolerantes e extremistas. Afinal, com atitudes agressivas e extremistas, tiramos todo o espaço do diálogo. Na ausência de diálogo, criam-se conflitos.

Pouco importa se tu é de esquerda ou direita. Este não é um texto político. É um texto social. Eu já vi intolerância das duas partes. Há extremistas dos dois lados. Acredito então, que se as pessoas abrissem um pouquinho o espaço para uma conversa, com argumentos e provas, pararíamos de dar murros em ponta de faca.

Nem sempre a nossa opinião será a correta. E isso é interessante, pois afinal, ninguém sabe de tudo. Ouvir a opinião do outro, por mais que seja diferente da sua, é um exercício de empatia.
Afinal, por mais que você esteja correto, de jeito nenhum irá mudar a opinião de alguém o xingando e o deletando de sua rede social. O debate é necessário para o crescimento intelectual de ambos.

Uma ofensa a menos no mural do Facebook, já é um pequeno passo para ter um mundo um pouquinho melhor.
Tolerância faz bem.

Já experimentou ouvir uma opinião diferente da sua hoje?


Lucas Iensen

Share:

0 comentários