INSEGURANÇA. Penso, logo hesito.


A insegurança é um problema que assola meio mundo e que torna as pessoas reféns de suas escolhas impensadas, ou até mesmo  reféns da falta de posicionamento por ter pensado demais e realizado pouco. 

Aqui está uma pessoa insegura em muitas áreas da vida escrevendo este texto para vocês. E agora vocês devem estar pensando: como uma pessoa igual ou pior que vocês pode falar deste tema? Pois bem, tenho aprendido muito acerca de mim mesma e consequentemente sobre este assunto em específico. Quero compartilhar alguns fatores que tenho descoberto e encarar este texto como uma conversa construtiva de apoio mútuo e até mesmo como um fórum aberto. 

Eu não sei o nível de insegurança de vocês, mas eu já cheguei a ser expulsa de uma loja por ter ficado 15 minutos mexendo em brinquinhos na promoção (o que soa muito suspeito para um vendedor), sem ter a mínima noção de qual eu deveria escolher para comprar. 

Possuo certezas inabaláveis e incertezas nocivas. E dentro dessa realidade vou me descobrindo e me adequando cada vez mais a mim. 

Esses dias descobri que a insegurança é um mal que  nunca anda sozinho. Ela sempre está de mãos dadas com algum outro fator que contribui para que ela cresça e se desenvolva. Por vezes, esse fator pode ser o medo de ficar só, o medo de errar, o medo de não ser bom o suficiente, a incerteza da confiabilidade ou da durabilidade do solo em que se pisa... Entre outras N coisas que podem ser levantadas. 

Também aprendi que a insegurança não está ligada só a nós, mas também liga-se às pessoas a nossa volta. Às vezes, nós fomos decepcionados e toda vez que precisamos confiar novamente em alguém, aquela decepção vem à tona e não sabemos como agir. 

A verdade é que eu tenho aprendido que o maior segredo para vencer a insegurança é não trabalhar somente com ela especificamente, mas com tudo aquilo que colabora para que ela exista. Entendo, hoje, que vencer a insegurança não significa apenas vencer um mal, mas vencer uma série de medos e limitações que estão regendo a nossa vida. 

Vencer a insegurança significa vencer a si mesmo. E vencer a si mesmo significa amadurecer. 

E essas são algumas coisas que ainda estou aprendendo.

Share:

0 comentários