Empoderamento feminino: o que ele diz sobre você


Sim, o amor próprio diz muito sobre você, mulher. Mas muito além disso, ele pode também falar por você. Amar-se é essencial. Afinal, a maneira como nos amamos é a maneira que ensinamos o próximo a nos amar. 

Conhecer a si mesma, entender seus desejos, analisar as suas falhas e buscar a sua própria evolução são os pilares para começar a amar-se um pouco mais. E claro, jamais aceitar menos do que você merece. Quando entendemos o nosso real valor, não aceitamos migalhas. Aceitamos apenas o que vem por inteiro.

Acreditar. Devemos começar a acreditar que o nosso passado já não mais nos pertence. O presente, no entanto, está em nossas mãos. O que passou, passou. Ao menos, cada ferida te moldou e mudou. Podemos mudar o presente e esperar um futuro muito melhor. Não sabemos o que o amanhã trará, mas podemos aprender hoje a sermos versões melhores de nós mesmas a cada dia.

Somos capazes se acreditarmos que somos. Deixe de lado o ideal de comparação. Se for para se comparar, que seja apenas com você mesma. Toda mulher possui as suas peculiaridades e cada uma dessas peculiaridades não diminui, ou anula, nem as minhas e nem as suas. 

Empoderar-se não significa ser melhor do que o próximo. Empoderar-se é compreender que mesmo em um mundo tão grande, podemos deixar a nossa marca e o nosso legado. E assim como o universo, grandes são as nossas ideias, gigantes são os nossos sonhos e imensa é a vontade de realizar cada um deles. 

Por isso, empodere-se, erga a cabeça e ecoe o som de sua voz. Juntas somos mais fortes. Juntas corremos mais longe. Juntas fazemos história. Lado a lado somos muito melhores. 

- Amanda Trevisani

Share:

0 comentários